10 de dez de 2010

cama e mesa: cardápio


Pois é... Todo mundo aí já percebeu que “S’eu cozinho, eu como” tem uma pegada de sexo misturada à gastronomia malandrinha, não é? Nesse pensamento, estive viajando dia desses, que tem certos tipo de amantes que tem características muito parecidas com uns rangos... Uns tipos que vou escrever aí são coisas que me ocorreram e outros, que todo mundo tá sabendo... Vamo lá então – vai começar a baixaria!

Lagosta: é aquela coisa que é bem gostosa e a galera quer, mas é difícil de comer porque é casca pra caralho, é difícil de achar, a carne é pouca e ainda por cima sai muuuuito caro.

P.F.: é coisa linda de delz! É barato, é muito rango, é facinho de achar e alimenta... Mas a real é que tem dias que você quer comer tudo, menos isso...

Salada: é light, suuuuuuper light, mas em geral é tããããããããão sem graça se for comer só isso!!!

Camarão: um clááááááássico – joga a cabeça fora e aproveita o corpo!

Camarão de praia: é que nem o camarão, mas vem com a  certeza do arrependimento – você vai passar muito mal no dia seguinte -, mas como é gostoso, você não resiste e cai de boca...

Feijoada: é tão bom que você se mata de comer, fica satisfeito e acabadaço depois... Dorme feito um anjo...

Petisco: você só come se beber...

Pizza: você liga, ela vem até sua casa, você come hoje gostosinho, come amanhã de manhã e ela tá fria. Daí, não vai comer de novo por um tempo razoável...

Lanche de boteco: o aspecto não é dos melhores, mas quando você sente o cheirinho, fica louco, até baba!

Mc Donald’s: outro clássico! A galera fala que é o esquema de comer ex: você sabe que não vai fazer bem, sabe que não vale o preço, mas no desespero da madrugada, acaba comendo porque é o que tá mais fácil...

Fruta: também é um clássico: é bonito, gostoso, cheiroso, barato e todo mundo come...

Hehehehehe! E aí? Conhece alguém assim? Conhece sim que eu tou sabendo...

8 de nov de 2010

Te deixei na mão? Desculpa... Voltei... Vamos caindo de boca?

 
Pois é... São os ovos que tão na mão, não? E aí, você pensa que não tá afim que a salsicha tenha o mesmo destino... Ok, parei com a piada infame!!!
Bom, eu falava de ovos: sim, dá pra fazer comidinha de abatedouro com ovos:

Omelete de cogumelo!!!

Pra duas omeletes lindas e incríveis, vai comprar:

1 bandejinha de cogumelos crus¹ (ou um vidro grande de cogumelos em conserva);

100 g. de bacon picado;

4 ovos;

Sal a gosto (acho que não preciso lembrar a história do sal, né???)

Já tem? Então vai lá fazer.
Pega os cogumelos e pica tudo. Pega os bacons e coloca na frigideira em fogo médio. Ele deve se foder por uns 3 minutinhos até que soltem gordura e fiquem crocantinhos. Daí, joga lá os cogumelos. Se for do cru, vai refogando aí até que fiquem macios. Se for em conserva, coisa de 2 minutos.

Enquanto essas paradas refogam, você pega os ovos  e bate um pouco, com só um pouco de sal. Depois joga em cima do cogumelo com bacon, abaixa o fogo (abaixa tudo o que der), tampa um pouquinho,  vira do outro lado...  
E já é!!!

Cai de boca!

Acompanha salada verde com tomate cereja ou legumes assados. Fica barato e é um tesão.

Manda um vinhozinho branco bem gelado junto!



1. aconselho os crus, que são muito mais baratos e têm um gosto mais legal.

28 de jul de 2010

a rapidinha da noite passada...

Tudo começou com o Fábio ligando em casa, dizendo que tava muito afim e perguntando se ao acaso podia passar na minha casa pra... vocês sabem pra que, né? E veja bem... Tava frio! Eu tava cansada... Mas a pessoa vem cheia de fome, como é que eu vou recusar de dar de... comer? Não pode! Mas aí, maior preguiça de ir ao mercado. Abro a geladeira, dou aquela olhada... Não tem muita coisa, rola panqueca... Mas, meu, MÓ PREGUIÇA! Pensa, Lia, pensa... E eis que surge a idéia da rapidinha da noite:

Torrada de abobrinha com gorgonzola 
(quase bruschetta)

Eu tinha:
1 abobrinha grande;
200 gr. de gorgonzola¹;
Pão Wikibold  Grão Sabor Quinoa e Castanha;
Sal;
Alho (já picado, compro sempre assim);
Manjericão seco.

Fui fazer! 
Abobrinha é legal porque não precisa descascar. Mas aí tem que lavar e, como ela cresce na terra, lave-a como se estivesse lavando o seu p... Bom, depois de lavada, a gente corta o legume em cubinhos e tempera com o sal e ou outros bagulhos que são tempero.
Enquanto isso, vai ligando o forno e deixando esquentar...
Agora pega uma assadeira, coloca duas fatias do pão (as do meião, que são maiores) coloca um tanto de abobrinha em cima e cobre com fatias de gorgonzola. Manda pro forno e deixa se fodendo... Não mais que 10 minutos, pra abobrinha não ficar mole e soltando água.

Já é! 

Vai com vinho? Siiiiim, e branco, Savignon Blanc!

1. Você pode trocar o gorgonzola por provolone se curtir mais. O caso é que como abobrinha tem um gosto suave - quaaase um gosto de nada concentrado - é bom escolher um queijo mais forte... e que derreta, né? Não vai meter um parmesão lá que vai zicar!

19 de jul de 2010

monsieur et madame...

Alguém acaba de ligar dizendo que está passando aí em 20 minutos? Pensando que foda adiada é foda perdida¹, você aceitou? Mas quando foi ver, era dia de folga da pizzaria, não tem nada em casa e não dá tempo de ir ao mercado? POIS SEUS PROBLEMAS ACABARAM... Rá!
Desce na padoca e vai lá comprar coisas que quaaaaaase seriam pra um misto, mas que vão impressionar muito! Pro jantar, teremos

 CROC MONSIEUR et MADAME!!!

É chic, viu? E é bom pra carái! 
Vai lá comprar:

2 ovos
1 lata de creme de leite
1 pitada de sal e pimenta-do-reino a gosto (cuidado com a falta de noção)
4 fatias de pão de fôrma sem casca (ou brioche, se estiver podendo)
150 g de mozzarela ralada (faz com emmental, se estiver podendo)
2 fatias grossas de presunto ou peito de peru, para o monsieur². 

Bom! Simbora fazer!

Misture os ovos e o creme de leite até formar um creme. Manda lá 1 pitada de sal e pimenta-do-reino. Joga o creme nas fatias de pão pra ficarem bem molhadinhas - porque, como todo mundo sabe, se não estam molhadinhas, que graça tem? Cobre de queijo duas delas e põe os presuntos por cima. Cobre com as fatias molhadinhas que sobraram e mais queijo em cima. Forno, fogo baixo (tipo, 250º). Deixa se foderem por uns 15 minutinhos...

Já é! Acredita? Ói que coisa linda de delllz:


Acompanha salada verde e um cardonay, savignon blanc... sei lá... Mas é branco o vinho.

Reitinha pra Pan, que pira num misto, e pro Renato, que amou essa receita quando provou.

1. antiga filosofia pernambucana.
2. pra virar croc madame, frita 1 ovo, bem bonitinho, e põe por cima do sanduba.

21 de jun de 2010

Pra hora do jogo...

É copa do mundo, meu povo! Que beleza, que maravilha! Todo mundo feliz,  muita vuvuzela retumbanto pelo ar, todo mundo vendo o jogo por aí, na maior empolgação. E eis que de repente e não mais que de repente, aquela pessoa gostosa que trabalha do ladinho da sua casa perguntou se pode assistir o jogo lá.É evidente que você aceita! E então você se depara com a velha e boa falta de grana, aliada a uma geladeira habitada por nada mais que meia panela do arroz de ontem e ovo... Tá fodid@? É nada! Tá salv@!!!
Bolinho de Arroz!!!


O que tem que ter?
2 xícaras de arroz cozido¹
1/2 xícara de água
1 colher de sopa rasa de fermento em pó²
1 xícara de chá de maisena ou farinha de trigo
2 ovos
Sal a gosto
Óleo para fritar
Papel toalha³
Se quiser 1/2 xícara de chá de queijo ralado, um punhadão de cheiro verde picado, pra já dar um gosto.

Já checou, agora vai fazer:
Pega tudo e joga numa vasilhona. Daí você mistura tudo muito bem misturado. Bota o mãozão lá e amassa com vontade! Amassa bem mesmo! Vai ficar um bagulho grudento. Pega um pouco com a mão, amassa e deixa cair; se o bolinho continuar no formato da sua mão, sem desmanchar, é porque tá bom.
Daí, deixa o óleo esquentar bem, depois abaixa o fogo. Pega duas colheres, tira um pouco da massa com uma, ajeita com a outra, pra ficar bonitinho, e joga no óleo quente. Repita a operação até acabar a massa (hehehe!). Quando o bolinho estiver, tipo cor de caramelo (não marrom e nem preto!), você tira do óleo, escorre e coloca no papel toalha pra secar. Já é!!!

Acompanha breja, claro!!!

Essa postagem é um oferecimento especial ao Amaurydo!!!



1. Se o arroz que você tinha é um carreteiro ou um agrega (sem passas) ou um com legumes, também serve e fica mó legal!
2. Você pode usar farinha já fermentada e desencanar do fermento em pó e da maisena. Mas maisena é mais legal, deixa tudo mais sequinho e crocante.

3. Nunca pule a etapa do papel toalha, nem que você seja obrigado a substituí-lo por papel higiênico ou um pano de prato (affff)!

8 de jun de 2010

mandioquinha na boquinha

Mandioquinha? Coisa linda de dellls! Todo mundo pira! Muito perfumada, muito saborosa, tem uma cor linda... Nem tem o que falar. Faz um tempinho que a galera queria uma receitinha e essa, vou falar, é a mais fácil do mundo. Não precisa nem descascar o legume, minha gente... (Rá!). Sério (apesar da piadinha), não precisa descascar nem nada! É só lavar direitinho e mandar ver! Precisa de liquidificador, mas isso é tranquilo, né? Tesão de inverno é

CREME DE MANDIOQUINHA COM PAIO

Então vai lá comprar, vai:

½ kg de mandioquinha¹
1 paio cortado em rodelas (ou calabrtesa defumada)
Sal a gosto
1 colher de azeite

Comprou? Simbora fazer!
Pica as mandioquinhas, joga numa panela e cobre de água. Coloca lá uma colher de sal. Deixa cozinhar: enfia um garfo em uma delas, se entrar e sair facinho é porque tá bom. Pode repetir a operação com outra, em caso de dúvida - isso você não vai esquecer: tá no ponto quando entra-e-sai, entra e sai facinho-facinho. (Ok, outr piada infame, já parei!). Depois, deixa esfriar um pouco e joga no liquidificador com um copo de água. Bate bem, até virar um creme. Deixa lá.
Numa outra panela, você coloca os paios com o azeite e deixa fritar. Acho bobagem colocar qualquer tempero, porque paio já é bem saboroso e mandioquinha então, nem se fale. (A gente tem que aprender a aproveitar o gosto que as coisas têm naturalmente). Estando fritinho, joga o creme de mandioquinha, sal, azeite e vai mexendo. Deixa ferver. Já é!!!
Se quiser, coloca na mesa, na hora de servir, uma porçãozinha de salsinha picada, que vai bem com o creme – salsinha não é erva que resiste ao cozimento, então, quando usar, não pode mais cozinhar.
O vinho é tinto, claro!


1. Pra escolher: pequenas e com a casca bem lisinha, quase sem furinho nenhum.

25 de mai de 2010

A gente tem que dar o que eles querem, né?

Hehehe! Pois é, cozinheira tuiteira a tia Lia! Semana passada mandei um creme de mandioquinha com paio que ficou muito bacana. Ontem á noite, recebi uma visita legal e fiz um jantar especial. Querendo postar uma das receitas, peguntei pra galera do tuíter o que eles preferiam. A resposta preferida do Lísias, da Pan e da Taty foi a receita da noite passada: 

MACARRÃO À CARBONARA

Nesse friozinho, carbonara vai bem pra caramba! Então, já prepara um cabernet savignon que daqui a 20 minutos vai ter na sua mesa um macarrão animal!
Vai comprar:

01 pacote de macarrão grano duro ou massa fresca¹;
01 colherada de azeite;
02 ovos;
01 punhado de salsinha fresca picada;
100 g. de bacon em cubinhos²;
Sal a gosto

Tá vendo? Tudo barato! Então, simbora fazer:

Vamos cozinhar o macarrão³ com sal e azeite. Em outra panelinha, um pouco antes de o macarrão estar pronto, você coloca o bacon picado (sem nada de óleo) em fogo alto; ele vai fritar. Daí, você escorre o macarrão, põe de novo na panela, joga o bacon frito por cima e mexe, coisa de 1 minutinho, em fogo baixo. Joga a salsinha e apaga o fogo. Pega o ovo e dá uma batida nele (clara e gema têm que ficar beeeem homogêneos). Põe o sal no ovo, mistura e joga no macarrão. Mexe bem, com o fogo apagado, e vai ficar levemente cremoso. Já é!!! 
Agora, eu queria só lembrar que quando você for colocar o ovo, o fogo tem que estar apagado! Pois é... Como eu estava dizendo, tem que apagar o fogo pra por o ovo!!! Porque se você deixar o fogo ligado porque tem nojinho de ovo encruado, o ovo vai cozinhar e o seu carbonara vai ficar parecendo um mexido de pobre, com aqueles ovinhos fritos no meio! Ridículo!!! Não, nada disso! DEIXA DE FRESCURA E APAGA O FOGO PRA PÔR O OVO! E não esquenta a cabeça porque não vai ficar com gosto ou cheiro de ovo cru, eu te garanto!

E se você quiser um molho um pouco mais farto, junta a tudo isso aí uma colherada de creme de leite que também fica legal. Mas experimenta sem primeiro! É duca!!!



1.  pra 02 pessoas, você só vai usar a metade.
2.  tem pra vender já picadinho, um espetáculo!
3. pra você que nem isso sabe fazer, é assim: deixa a água, numa panela grande, borbulhandíssimo; taca uma colherada de sal e outra de azeite, taca o macarrão e deixa ele lá, se fodendo por 10 minutinhos se grano duro ou 03, se massa fresca; morde um fio pra ver se está bom, não muito molinho, o que chamam de al dente.


18 de mai de 2010

Larica... Ah, que maravilha!

... daí, você que é aquela pessoa bacana e descolada, tem feito as receitinha do S'eu cozinho, eu como! pro jantar e tem sido feliz... Mas eis que te surge na vida o fator LARICA! Aquela puta vontade de atacar um doce... Vai servir o que? Sorvete? No frio? Deixa pra outro dia, né? Vamos preparar então uma...

TORTA DE LIMÃO

Essa é show! Adoro! Malandra pra carái, mas engana os melhores confeiteiros do mundo! Então, vai lá comprar:

1 pacote de biscoito maizena
Suco de 3 limões¹
4 colheradas de manteiga
1 lata de creme de leite
1 lata de leite-moça

Sai baratinho, né? Pois é... Simbora fazer então!

A massinha é assim:
1. Bate os biscoitos no liquidificador pra eles virarem uma farinha;
2. Coloque a farinha numa fasilha junto com a manteiga e amasse até virar uma massa bem firminha;
3. Espalhe a massa no fundo e nas paredinhas da assadeira untada com uma conherinha de manteiga (meio centímetro de massa já dá).

Agora o recheio:
1. Misture o leite condensado, o creme de leite e o limão (vai virar um creme firminho);
2. Coloque o creme por cima da massa;
3. Asse tudo ao forno por 15 minutos e... já é. Pode deixar na geladeira até a hora de servir (essa é a parte da tortura).


Pra fica mais bonito, tipo a torta da imagem, você pode dar uma raladinha na casca de um limão, pegar as raspas e jogar por cima.

Se quiser deixar um xuxuzinho mesmo, compra um chantili e põe por cima!


1. Quando for comprar, repara se a casca tá lisa, meio brilhante; daí, aperta um pouquinho pra ver se tá meio macio; se estiver, é que tá bom, cheio de caldo.

6 de mai de 2010

vai dar tequila pra el@, safad@???

Tsc tsc tsc! Que feio, querendo embebedar os outros com segundas intenções... 
Mas, já que vai fazer e não tem como eu te dissuadir, vou te dar o que preparar de comida pra não ficar tããããão na cara assim - aproveitando toda a inspiração da minha viagem de férias. 

GUACAMOLE!!!

Simbora comprar:

04 avocados ou (se voce estiver pobre porque gastou tudo na tequila) 02 abacates. Tanto o avocado quanto o abacate devem estar maduríssimos¹. O avocado é menorzinho que o abacate, é assim:

02 tomates não muito maduros²;

01 cebola;

01 punhado de coentro (a Marina prefere com salsinha, fica mais suave - e menos arriscado, tem muitos que não curtem coentro);

01 limão bem suculento;

02 pimentas verdes (se não encontrar, apela pro molhinho, mas VERDE);

Sal a gosto (não preciso mais falar pra não exagerar, né?)

Comprou? Simbora fazer!

Pica o tomate; pica a cebola; pica a pimenta; pica o coentro; pica o abacate. - mas sem a casca, né! Em abacate maduro, a polpa solta facinho da casca).. Pica a porra toda, vai! Joga tudo junto e misturado numa travessa grande, mexe bastante, até o abacate ir se desfazendo, joga os temperos, espreme o limão dentro, mexe mais um pouco... JÁ É! 

Agora deixa na geladeira enquanto você vai sair pra comprar uns pacotes de Doritos (aquele sem sabor de preferência).


Se quiser pagar de fodão, prepara também uma margarita! Todo mundo se impressiona! 

Pra dois tomarem precisa de³:

sal
alguns cubos de gelo
2 doses (100 ml) de tequila
2 fatia de limão
6 colheres (chá) de suco de limão
4 colheres (chá) de licor cointreau


Daí:
Esfregue a fatia de limão na borda das taças, coloque sal espalhado em um prato e encoste a borda da taça no prato para fazer a crosta de sal na taça. Coloque em uma coqueteleira o suco de limão, licor, tequila e cubos de gelo. Agite bem e despeje na taça eliminando as pedras de gelo. Já é!




1. maduro é assim: você aperta a fruta e ela está com a casca seca, meio bem escura e mole por dentro. Conselho: compra na feira verde mesmo,  uns 4 dias antes, enrola no jornal e enfia no forno que eles amadurecem (apenas coloque no forno, não acenda!).

2. ou seja, não muito vermelhos.

3. a receita veio daqui.

13 de abr de 2010

Cozinhando com maconha - mellldellls!


Olha isso, minha gente!!! Mellldellls, o que não inventam!!! 

Impressionante, né?

Vocês encontram as receitinhas malandras nesse linque aqui!

Via L. LL

6 de abr de 2010

Tá frio, né?

Muito frio, chovendo, todo mundo encorujado debaixo das cobertas... Afim de sopinha, né, malandro?! O Sica disse que tava! Então, vai rolar uma bem facinha e gostosa, em 2 versões: ervilhas!!!

Versão 1 (mais complicada): vai precisar de panela de pressão.
Vai comprar:

1 pacote de ervilha seca (eles em geral são de 500 g.);
1 lingüiça calabresa inteira;
100 gramas de bacon (sem o courinho debaixo);
1 pitada de pimenta do reino em pó;
Sal a gosto (lembra a velha história do sal, né?);
3 folhinhas de louro (se quiser).


Agora, você vai colocar as ervilhas na panela de pressão e vai colocar água até cobrirbem (a água tem que passar no nível da ervilha mais ou menos uns 8 dedos). Deixa lá por mais ou menos uns 40 minutos. Dá, de vez em quando, uma puxadinha na válvula da panela, pra evitar de ela entupir e sua sopa se tornar uma bomba.
Enquanto isso, você pica toda a calabresa e todo o bacon. Pega uma panela e joga o bacon, põe no fogo e deixa o bacon derreter a parte mais gordurosa. Depois você joga a calabresa e a deixa frita um pouco. Depois, apaga o fogo e deixa lá.
Voltemos às ervilhas. Tira a panela de pressão do fogo, coloca dentro da pia e abre a água em cima. Puxa a válvula até toooooooodo o vapor sair. Abre a panela, joga o bacon+calabresa, o sal, a pimenta e o louro dentro, põe de volta a panela do fogo e mexe, até virar uma linda sopa!


Tensa essa coisa de panela de pressão, né? Eu sempre achei! É foda, não curto, não tem jeito não. Quase nunca faço feijão só por causa disso!
Então, simbora simplificar a receita!

Pra versão 2, você vai precisar de liquidificador e vai comprar:

2 pacotes de ervilha congelada (essa marca aí da foto que eu postei, Pratigel, é muito barata - menos de 2 reais - e é boa);
1 lingüiça calabresa inteira;
100 gramas de bacon (sem o courinho debaixo);
1 pitada de pimenta do reino em pó;
Sal a gosto (lembra a velha história do sal, né?);

3 folhinhas de louro (se quiser).

Pega as ervilhas (que já devem estar descongeladas) e joga no liquidificador com um copinho de água. Bate até desmanchar tudo.
Com o bacon e a calabresa, faz o mesmo da receita anterior (pica e frita, 1º o bacon e depois a calabresa). Joga as ervilhas batidas aí, junto com todos os outros temperos e deixa se fodendo até levantar uma fervura. Se ficar muito grosso, tipo um creme, você põe mais água e ferve mais um pouco. Já foi!!!

Pra ficar bacana e pagar de fodão, pode servir naquele pão italiano, aqueeeeele, sabe? Se não quiser, faça umas torrada ou compre pãozinho francês (pão de sal, filãozinho, sei lá como você chama) fresco que também já é.

O vinho é tinto, tá? Vai de Merlot!








OBSERVAÇÕES DO SICA:
Panela de pressão as faz pessoas perderem o telhado de suas casas. Mantenha distância! Eu parti direto pra segunda versão:



Atenção:
1. Eu sei que é tentador mas não comece a tomar o vinho enquanto prepara a sopa! Coisas terriveis podem acontecer, vai por mim.
2. Pão Sirio(o Pita) também combina magnificamente.
3. Reparem que a Lia disse copINHO de água. Levem sério este diminutivo. MUITO a sério. Se não a coisa toda vira o estádio do palmeiras em dia de tempestade:Agua suja, verde, com pedacinhos de porco boiando.
4. Se ficar ralo não use maizena. Uma coisa triste em usar maizena para transformar um caldo em creme é que ele fica com gosto de, bem, maizena. Neste caso específico eu sugiro bater uma PEQUENA PORÇÃO de pão no liquidificador com o que deveria ser sua sopa e jogar de volta na panela. Funciona.

17 de mar de 2010

brusqueta, que te quero, rima

... daí a pessoa começa com insinuações a respeito de passar a noite na tua casa e você tá sem grana pra um jantar. Pedir pizza seria uma boa pedida, se a pessoa for seu irmão! Se não for, MELHOR NÃO! Mas é foda, essa combinação de massa com tomate e queijo agrada muito! Tão legal!!! Italianos mandaram bem, né? Então, simbora fazer uma coisa muito fácil, muito rapidinha e que não gasta nada: bruschetta (curtiu a sonoridade da palavra, né? É, a piada fraca é inevitável...).

Vamos lá então. Vai comprar:

- 5 tomates italianos maduros¹;

- 1 macinho de manjericão fresco (se você foi correndo e o 1º mercadinho de esquina e lá não tinha, compra o seco, em pacotinho mesmo);

- 100 gr. de queijo parmesão ralado (evite os de saquinho, mas em caso de mercadinho, compre um faixa azul pelo menos, que os de marca ruim são puro sal);

- 1 pão italiano (não o em forma de bola, mas um igual o da imagem; você consegue achar já fatiado na maioria dos mercados e, se não achar fatie com espessura de 1 dedo);

- sal a gosto (não muito, hein!);

- azeite (e não óleo maria).

É isso.

Chegando em casa, pica os tomates, tirando as semantes. Tempera com o sal. Separa e lava umas folhinhas de manjericão. Coloca as fatias de pão numa assadeira, um montinho de tomate sobre as fatias, um pouco do queijo em cima dos tomates, o manjericão por cima de tudo e um fiozinho de azeite pra completar. Forno até que o queijo dar uma leve amolecida e o pão ficar crocante (deve dar de 8 a 10 min.). Já é!!!


Conselho: manda a figura levar o vinho, hehehe! Vai bem com tinto não muito encorpado, tipo um cabernet savignon (chilenos e argentinos são bons e baratos)

Variação: se você ou a pessoa não curtem tomate ou têm gastrite (tadinho!!!), dá pra trocar o tomate por abobrinha. Fica legal também!


1. Como escolher? Casca bem lisinha (sem furos e sem enrugar), tomate firme e bem vermelhinho.






OBSERVAÇÕES DO SICA:


Grau de dificuldade: Fácil


Atenção:
1. Aproveita que você não gastou 15 conto pra fazer isso e compra um Merlot qualquer porque né, servir tiragosto de jantar e não dar de beber deve ser crime em algum país civilizado por aí.
2. Peça para alguém escolher o tomate pra você. Sério. É mais difícil do que parece.
3. Se achar que já não tá tão júnior, pode arriscar jogar um oregano ali. COM MODERAÇÃO e moído na mão, pra não cobrir o gosto de todo o resto.
4. Experimente antes. Se você conseguiu errar e ficou ruim eu sugiro que você entre no forno e poupe o mundo da sua acefalia culinária. Mas se quiser algo menos radical METE AZEITE! Sério, o azeite é o confessionário da comida italiana, porque ele SEMPRE redime seus erros(ou pelo menos dá uma mascarada). Taí uma coisa sempre necessária na cozinha de um ogro: Azeite.

16 de mar de 2010

A história da maizena

Você era só um pentelhinho e, na época, alguém tinha que te dar um lanchinho, se não você não calava a boca nem fodendo... Daí, ía lá algum adulto com muita preguiça de fazer papinha de frutas ou com pouca grana ou com nenhum tempo, colava a barriga no fogão e em 2 minutinhos saía com uma tigelinha de mingau procê calar a boca. Era maizena (antes que alguém fale qualquer coisa, cremogema é o primo adocicado da maizena, ok?).

Gente, maizena é coisa linda de deus! Além de calar a boca da molecada, serve pra muito mais. Sabe o manjar branco, bom pra carái? É quase um imenso mingau (vai rolar a receita outro dia).

Mas tudo isso é só pra comentar o comentário (rá!) do Sica na postagem anterior. Ele disse que, se o creme de abobrinha ficasse ralo, era pra tacar maizena. Eu acho que a maior parte da galera sabe, mas essa postagem é pra quem não sabe. A maizena é um tipo de farinha (amido de milho, pra ser precisa) e tem a função de engrossar as coisas. Assim: água + maizena + fogo = grude. Então, sempre que alguma coisa que vc queria que ficasse cremosinha estiver meio aguada, vc taca maizena e a mágica acontece.

Detalhe: não vá metendo 2 colheradas de maizena no bagulho porque vai dar merda: vai encher de pelotinhas que nunca mais vão se desfazer. Você vai pegar as 2 colheres de maizena, vai colocar num copo, vai adicionar um pouquinho de água (tipo, um dedinho, sabe?). Derrete a maizena, joga no molho ou sopa ou sei lá o que e vai mexendo sempre. Fica lindo e sem gosto: PADRÃO JOÍNHA DE QUALIDADE!

Outras coisas que tem essa moral de engrossar o caldo são a farinha de trigo (demora um pouquinho mais que a maizena) e a aveia (mas nesse caso, use aveia em farelo, NUNCA em flocos). NÃO USE FUBÁ PRA ISSO (o fubá nunca termina de cozinhar!)

Creme de abobrinha com hortelã

Você chama uma pessoa pra sair num dia frio e ela vem com o "suponhamos que chova...". Não é desculpa! Chama pra ir na tua casa e faz uma sopinha show!

Pra duas porções, você vai precisar do seguinte:

- 4 abobrinhas italianas não muito grandes (tira o talinho e descasca);


- 1 lata de creme de leite (com soro e tudo);


- 1/4 de maço de hortelã picado (salvo 2 folhinhas bonitinhas, que você vai usar pra enfeitar depois);


- sal a gosto (se você é o cara que gosta de tuso salgado, coloque menos sal; é bom sempre pôr de pitada em pitada e ir provando; sal é fácil de colocar e muito treta de tirar);


- uma pitada de noz moscada (você pode comprar já em pó ou inteira, que nem na imagem; sendo inteira, raspe com uma faca);


- 2 pães italianos.

Deixa todos os ingredientes no jeito, pra não ficar perdido e minimizar o zona depois... Arrumou? Então tá, vamos fazer...

Pega as abobrinhas, corta em pedaços e coloca numa panela com água (a água deve cobrir a abobrinha). Fogo alto, deixa a abobrinha cozinhar, ficar bem macia, mas não desmanchar (espete o garfo ou dê uma mordidinha). Pronto? Vamos escorrer a água e colocar a abobrinha no liquidificador com o sal, a noz moscada e o creme de leite. Vai virar um creme meio verde. Volta tudo pra panela, junto com a hortelã, em fogo baixo, por muito pouco tempo, tipo uns 5 min. (se deixar ferver hortelã e creme de leite, vai foder tudo¹!).

O creme tá pronto. Agora você vai tirar com a faca só uma tampinha dos pães, vai arrancar o miolo com a mão (não fure a casca). Encha os pães com a sopa - eles vão ficar assim:





Já é!!! Enfeita com as folhinhas de hortelã que você não picou.

Acompanha um fiozinho de azeite (e não óleo maria) e vinho branco geladinho (savignon blanc ou chardonay; or argentinos são bons e baratos).



1.Evite ferver creme de leite, porque ele pode talhar. NUNCA ferva hortelã, ela perde completamente o cheiro e o gosto.





OBSERVAÇÕES DO SICA:


Grau de dificuldade: Médio


Atenção: 
1. Leve a parte do "vamos escorrer a água" a sério. Na verdade, leve muito a sério. Leve como se esta fosse a única coisa séria em toda sua vida medíocre. Se esse creme ficar ralo meu amigo, joga fora e pede uma pizza. Caso contrário, quando você colocar no pão, a coisa toda vai virar uma lama nojenta. E ela vai ficar com dor de cabeça ;)
2.  Se ela demorar pra chegar, deixe aquecendo o creme numa panela com fogo baixo. Só coloque no pão na hora de servir, senão o creme vai amolecendo o pão e quando colocar na mesa vai ficar parecendo aquele vaso de argila do ghost. A menos que ela seja a Demi Moore, sugiro bastante atenção a esse detalhe.
3. Se ficar ralo APELE. Jogue maizena ou queijo parmesão fino ralado. É melhor cometer um sacrilégio culinário que não comer ninguém.
4. Noz moscada é forte, tome cuidado com o tamanho da sua pitada. Se ela tossir, acione os alarmes.